quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Nova Lei de Zoneamento - Audiências Públicas


Proposta de novo zoneamento coloca em risco áreas consolidadas de todos os bairros da cidade.
Representantes da Sajape e da Sababv têm realizado reuniões com vereadores para discutir alternativas às propostas do PL 272/2015, que trata de mudanças no zoneamento da cidade.

Os principais problemas envolvem novos corredores - ZEU, ZC, ZCOR -, a principal estratégia do plano para ampliar as áreas em que poderão proliferar edificações que, além de moradias, deverão atrair atividades comerciais e de serviços. Trata-se de um subterfúgio para regularizar atividades que hoje estão instaladas irregularmente, à revelia da lei, com o beneplácito das autoridades.

Acompanhando a Ciranda, entidade da qual fazem parte, Sajape e Sababv apresentam propostas para a preservação das características  ambientais dos bairros, e questionam os argumentos dos autores do Projeto de Lei, que alegam ser necessário adensar a ocupação dos bairros, mesmo sem avaliar o potencial construtivo e a capacidade de suporte da infraestrutura existente.

É fundamental que os moradores colaborem nesse esforço: no dia 3 de outubro, teremos a última audiência pública de Santo Amaro para apresentar propostas. PARTICIPE, a qualidade de nossos bairros está em risco!!

31/08  -  CÂMARA MUNICIPAL
TEMÁTICA VI – PROJETO DE LEI Nº 272/2015 (DISCIPLINA O PARCELAMENTO, USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO)- Zonas relacionadas às áreas residenciais e de corredores: Zonas Exclusivamente Residenciais (ZER-1, ZER-2, ZERa), Zona predominantemente Residencial (ZPR) e Zonas Corredores (ZCOR-1, ZCOR-2, ZCOR-3, ZCORa)
Câmara Municipal de São Paulo – Salão Nobre – 8º andar
19h às 22h

03/10 - SANTO AMARO
AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PROJETO DE LEI Nº 272/2015, QUE TRATA DA DISCIPLINA DO PARCELAMENTO, USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO (endereço aguardando confirmação)
Santo Amaro
9h30 às 12h30

14/11 - REGIÃO SUL 1
AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PROJETO DE LEI Nº 272/2015, QUE TRATA DA DISCIPLINA DO PARCELAMENTO, USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO (endereço aguardando confirmação)
CEU Campo Limpo
9h30 às 12h30

18/11 - CÂMARA MUNICIPAL
AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PROJETO DE LEI Nº 272/2015, QUE TRATA DA DISCIPLINA DO PARCELAMENTO, USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO
Câmara Municipal de São Paulo – Salão Nobre – 8º andar
19h às 22h





Autoridade Municipal de Limpeza Urbana - Amlurb


Amlurb apoia a retomada do projeto de compostagem.
Após reunião para esclarecimentos e propostas, diretores da Amlurb - Autoridade Municipal de Limpeza Urbana - manifestaram seu apoio à retomada do projeto de compostagem que a Sajape desenvolveu no EcoPonto Vicente Rao. Esse é apenas um primeiro passo de um longo percurso para recomeçar essa atividade, mas a equipe da Sajape está empenhada em viabilizar o projeto.

Lombofaixa na Rua Breves, segurança para o Parque do Cordeiro

Os transtornos durante a obra têm sido recompensados: a lombofaixa que liga os portões do Parque do Cordeiro vem conseguindo reduzir a velocidade dos veículos que sobem em direção à Av. Rubens Gomes de Souza, aumentando a segurança dos frequentadores do parque.
Falta agora uma medida para impedir que motoristas irresponsáveis desçam  Breves pela contramão, colocando em risco a própria vida e a de outras pessoas. O Conselho Gestor do Parque do Cordeiro, no qual também temos representantes, insiste há anos com a CET para que execute intervenções simples que certamente impedirão esse comportamento vergonhoso de cidadãos inconsequentes.      

ConFema - Conselho do Fundo Especial do Meio Ambiente tem novos membros

No início de agosto, foram eleitos os novos membros do ConFema - Conselho do Fundo Especial de Meio Ambiente, da Secretaria do Verde, e mais uma vez estamos representados nesse fórum. Cabe ao Conselho deliberar sobre a destinação de verbas do Fundo, que devem ser aplicadas em projetos e ações ambientais. Nossa participação tem sido enfática no sentido de evitar que esses recursos sejam desviados para o atendimento de interesses políticos desconectados dos aspectos dos objetivos que norteiam o Fundo.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Audiências Públicas - Nova Lei de Zoneamento


O  PL 272/2015,  novo projeto de Lei de Zoneamento, está em estudo na Câmara e propõe mudanças que afetam em muito nossa comunidade. Não se omita. Participe. Pratique sua cidadania!

Para se inteirar do assunto, releia as matérias publicadas aqui:


Participe das Audiências Públicas sobre este assunto, afinal, estas mudanças valerão para os próximos 14 anos.

Nova Lei de zoneamento - Matéria publicada na Gazeta de Santo Amaro em 08/08/2015

Para conhecimento de todos, transcrevemos a seguir matéria publicada no Jornal Gazeta de Santo Amaro, edição do último final de semana:

Mitos sobre os Corredores (ZCORs) que não são mitos

Em recente matéria neste jornal, um grupo de associações manifestou-se sobre o que intitulou “Os mitos sobre os corredores comerciais/zonas corredores (ZCOR)”, referindo-se às novas zonas propostas pela Prefeitura do Município de São Paulo no Projeto de Lei (PL) nº272/2015, encaminhado para a Câmara Municipal de São Paulo em  junho de 2015,  para a revisão da lei de parcelamento e uso de solo.
No que se refere ao conteúdo do Projeto de Lei, podemos afirmar que ao contrário do que afirmam os autores da matéria:

Os corredores ZCOR-2 e ZCOR-3 permitirão o adensamento das áreas residenciais

O Quadro 4 mostra os usos permitidos por zona, e tanto na ZCOR-2 quanto na ZCOR-3 são permitidos  Rv2-1 – “conjunto com mais de duas unidades habitacionais, agrupadas verticalmente em edifícios de apartamentos ou conjuntos residenciais verticais com áreas comuns”. Podem ser construídos: “a) R2v-1: conjunto residencial com até 2.500 m² (dois mil e quinhentos metros quadrados) de área construída computável”; e, ainda, em ZCOR-3, pode ser construído“R2v-2: conjunto residencial com mais de 2.500 m² (dois mil e quinhentos metros quadrados) até 10.000 m² (dez mil metros quadrados) de área construída computável”. Ressaltamos que o tipo de corredor mais proposto (em extensão) para a área da Subprefeitura de Santo Amaro é o ZCOR-3. Esses conjuntos ocuparão lotes hoje ocupados por uma residência. Parece estranho negar que isso irá adensar as áreas residenciais e, como consequência, as taxas de ocupação.

Os corredores são uma invenção ideológica do governo municipal para acabar com as zonas residenciais


A Prefeitura não apresentou dados técnicos que justifiquem o adensamento pretendido e que garantam os benefícios que pretende. Os mapas deixam claro o aumento de áreas com uso liberado ao redor dos bairros verdes. Isso irá afetá-los diretamente, sem qualquer  prova que isso irá melhorar a qualidade de vida. Segundo o coordenador do Projeto de Lei, arquiteto Daniel Montandon, em audiência pública realizada no mês de abril, se trata de uma experiência. Porque sacrificar o que ainda há de bom na cidade em nome de uma experiência sem dados técnicos?

Os corredores permitirão comércio que não permitiam antes


É fato que corredores que permitem comércio e serviços em várias áreas da cidade existem, mas até hoje são restritos. O que está em discussão é a ampliação do número, da extensão (em área) e dos usos permitidos, bem como a localização destes.

A  lista de usos é vasta, especialmente em ZCOR-3, onde serão permitidos todos os usos não residenciais nR1 e nR2. Só a lista de usos ocupa duas páginas e meia do PL 272/2015. E mais grave ainda: os parâmetros de incomodidade, como horário de funcionamento, número de vagas exigidas, espaço para carga e descarga, horários para carga e descarga serão definidos posteriormente, por decreto municipal. A Prefeitura propõe alguns esses corredores dentro de áreas estritamente residenciais onde não existiam antes.

Os corredores representam um risco ao meio ambiente


As associações signatárias da matéria negam que a alteração de zoneamento prejudique o meio ambiente, usando dois argumentos: "a) a maior parte das árvores na cidade está nas ruas, e não nos jardins das residências; b) as  associações comerciais e afins colaboram com a manutenção de áreas como praças e jardins."

A preservação do meio ambiente envolve muito mais que a vegetação e sua localização, envolve também a permeabilidade do terreno, definida pelo quanto se permite construir em um local. O PL 272/2015 reduz pela metade a exigência de área permeável. Nos corredores, ao se permitir maior densidade, a área permeável será afetada. Adensar e liberar usos remove vegetação sim: até mesmo de calçadas para abrir acesso a vagas de estacionamento, indispensáveis para atividades comerciais e de serviço.

Onde está a maior parte das árvores na cidade de São Paulo? Desconhecemos que pesquisa teria concluído que não estão, em sua maioria, nos jardins das residências. Por outro lado, as áreas privadas de residências em bairros como Brooklin, Alto da Boa Vista, Jardim Petrópolis, Jardim dos Estados, Granja Julieta, Chácara Monte Alegre, Chácara Flora, Jardim Marajoara e outros bairros verdes, prestam serviços ambientais a toda a população: contribuem para melhorar a péssima qualidade do ar, o efeito das ilhas de calor e a precária permeabilidade da cidade de São Paulo. Negar essa evidência é não querer admitir a realidade. Não podemos acreditar que as associações que assinaram aquela matéria acreditem, de fato, que a cidade de São Paulo seria melhor sem as áreas exclusivamente residenciais.

Então, o que fazer?


Sugerimos enfaticamente que as pessoas entrem no site da Câmara Municipal ou no da Prefeitura do Município de São Paulo e leiam o Projeto de Lei 272/2015 com atenção e isenção de ânimos, tirando suas próprias conclusões.

SABABV – Associação dos Amigos do Bairro do Alto da Boa Vista
SAJAPE – Sociedade Amigos dos Jardins Petrópolis e dos Estados
CIRANDA: de mãos dadas por Santo Amaro

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Despoluição do Córrego Canumã



PROJETO DE DESPOLUIÇÃO DE CÓRREGO É CANCELADO. O QUE VIRÁ NO SEU LUGAR?
O Eng.Luiz Cláudio Gomes Pinto, gestor da área de Engenharia de Esgotos da SABESP, confirmou na última reunião com a Sajape, nesta segunda feira, dia 03/08, que o projeto de despoluição do córrego Canumã, prometido desde 2011 e seguidamente adiado, não será executado por problemas de custo. Antes de 6 anos ele não vê a menor possibilidade para a execução de um projeto deste tipo. Garantiu, entretanto, que a despoluição é uma questão de honra para ele e sua equipe, e informou que estão estudando um projeto “não ortodoxo” que consta da fixação de um tubo na lateral do córrego. Mesmo se tratando de uma solução de menor custo e menos complexa que o projeto anterior, apresenta várias dificuldades técnicas que precisam ser estudadas caso a caso, além de necessitar da colaboração dos moradores cujas residências fazem limite com o córrego.

Pet Show na Igreja Anglicana


No sábado, dia 15 de agosto, haverá um PET SHOW na Catedral Anglicana, na Rua Com. Elias Zarzur 1239, (entrada franca), para angariar fundos para a Associação de Amparo aos Animais.
  Ao meio dia começa a recepção de convidados e o registro de animais para o Desfile de Amigos de Estimação: Todos devem trazer seus Amigos Especiais, devidamente com coleiras,
para o Desfile, que será às 14 horas, seguido pela Benção Ecumênica de todos os animais do mundo, e o Agility Show.   Haverá varias barracas, petiscos e outras atrações.

Para quem ainda não conhece a Associação de Amparo aos Animais, mantemos um abrigo em Diadema para cães e gatos abandonados, e
incentivamos a adoção e a castração de animais, na procura de diminuir o número de animais nas ruas.

Informações com Lula Reed (3565-0779) ou no Pet Show!

VENHAM  TODOS!!