sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Parque dos Búfalos: a comunidade luta pela preservação ambiental

Entrada do parque (crédito: Parque dos Búfalos Jd. Apurá).

No último dia 21 de fevereiro, o telejornal SPTV noticiou a vitória do Jardim Apurá na luta pela proteção do Parque dos Búfalos, uma área de aproximadamente 830 mil metros quadrados às margens da represa Billings.

Toda a história do processo que envolve o Jardim Apurá em sua luta pela preservação do parque pode ser conhecida aqui.

Vista de satélite da área do Parque dos Búfalos, às margens da represa Billings (crédito: Google Maps).
Identificando-se com a luta do Jardim Apurá, a Sajape enviou um ofício para o vereador Gilberto Natalini, expressando nosso apoio a essa causa.

É importante, contudo, mantermo-nos atentos para os próximos passos, pois como a área está protegida por liminar, ainda cabe recurso e o destino de toda essa mata tão importante para manter nossas águas ainda pode ser alterado.

Vista parcial do Parque dos Búfalos com a represa Billings ao fundo
(crédito: Parque dos Búfalos Jd. Apurá). 

Reunião de Organização da Conferência P+L e Mudanças Climáticas



Participe da 14ª Conferência Produção mais Limpa e Mudanças Climáticas, considerado o maior evento ambiental fechado. O tema deste ano será Água e Energia: crise e superação sustentável.

A organização deste evento conta com diversos parceiros e apoiadores.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Debate sobre a Lei de Zoneamento





Ontem, 25/02, das 9H00 às 12H15, centenas de pessoas angustiadas se espremeram numa minúscula sala que a Câmara Municipal de São Paulo reservou para a discussão da Lei de Uso e Ocupação do Solo, que se não for revista, trará conseqüências desastrosas para a cidade de São Paulo, conforme afirmam de forma unânime arquitetos urbanistas e especialistas. A Prefeitura, por seu lado, não se comove. Enquanto as pessoas bradam e apresentam alternativas  o rolo compressor avança. Fique ligado e leia mais... 
http://www.camara.sp.gov.br/blog/arquiteto-critica-verticalizacao-proposta-na-lei-de-zoneamento/

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Roda de Conversa sobre a Nova Lei de Zoneamento

Vamos participar. Este assunto é de extrema importância para todos nós.

                                                         
                      



quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Atividades no Parque do Cordeiro

Além da programação fixa do Parque, já divulgada neste blog, teremos em março as seguintes atividades:

 07/03, sábado, das 10:00 às 12:00h, no setor oeste:Mais Velhos, Mais Sábios. Celebrando a alegria de viver.”
 O Encontro visa reacender os sonhos, ver as diversas alternativas de atividades e focar as diversas dimensões de saúde do idoso e de quem está chegando lá. Serão apresentados, discutidos e vivenciados alguns dos temas ligados ao envelhecimento: o que significa ficar velho, os receios de envelhecer, a terceira idade no mundo atual, lidando com a mortalidade, o exercício do perdão, meditação, conflito das gerações, oportunidades de atividades, competências a desenvolver, como celebrar e divertir-se.

Coordenação de Gustavo G. Boog, coach e terapeuta.

Para assegurar uma boa dinâmica do Encontro, pedimos inscrição prévia pelo fone  5524-5738 ou pelo e-mail       parquecordeiro@PREFEITURA.SP.GOV.BR

22/03, domingo, a partir das 11:00h no setor leste do parque : Dança do Ventre


Rotatória na R. Breves

Após três anos de espera, a CET executou na Rua Breves, na esquina com o Parque do Cordeiro, uma rotatória que em nada ajuda a resolver o problema de segurança dos frequentadores do parque. E nenhuma providência foi tomada para conter as sucessivas infrações de motoristas que descem na contramão essa mesma rua, especialmente nos horários de pico, causando insegurança pra aqueles que trafegam ou caminham nesse trecho da Rua Breves.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Você sabe o que é Ecoponto?


O Ecoponto recebe gratuitamente materiais em desuso para evitar que eles sejam jogados nas ruas ou córregos da cidade

O Ecoponto é um local público onde os munícipes podem se desfazer de materiais de grande porte ou recicláveis como móveis velhos, restos de construção, madeira, garrafas pet etc. Mas atenção o limite de descarte permitido por dia é de até um metro cúbico, equivalente a uma caixa d’água de mil litros. O Ecoponto não recebe lixo domiciliar.

Em toda a cidade já existem 38 Ecopontos. O objetivo deste equipamento é evitar o descarte irregular de entulho, em praças, calçadas e vias públicas, prejudica o trânsito de carros e pedestres e costuma atrair ainda mais lixo para o local. Ele é pior ainda quando feito nas proximidades de córregos e galerias de águas pluviais, que pode se desdobrar em entupimentos e alagamentos em épocas de chuva.

Na nossa região temos o Ecoponto Vicente Rao que funciona na Av. Vicente Rao, nº 308 sentido Diadema (baixos do Viaduto Ver. José Diniz).  O serviço é gratuito e funciona de segunda a sexta-feira, das 08h00 às 18h00 e aos sábados, domingos e feriados, das 08h00 às 14h00.

Para saber o endereço de todos os Ecopontos da cidade ou para obter mais informações, ligue para a prefeitura no telefone 156.

Interdição parcial da Av. Santo Amaro

Repassamos abaixo comunicado da CET sobre interdição parcial da Av. Santo Amaro

[Clique sobre a figura para abrir em tamanho maior]


CI. GEE. Nº 039/2015

São Paulo, 10 de fevereiro de 2015.

 PARA: CHEFIA DE GABINETE DA PRESIDÊNCIA  - CGP
               EDIMAR SILVA
 DE     :  GERÊNCIA DE ESTUDOS ESPECIAIS DE IMPACTO NO SISTEMA VIÁRIO -
               GEE

RELEASE DE IMPRENSA
INTERDIÇÃO PARCIAL DA AV. SANTO AMARO ENTRE A RUA GRAHAM BELL E A RUA IRINEU MARINHO

Em continuidade às obras de execução do Binário Santo Amaro, a Av. Santo Amaro terá a pista da esquerda interditada ao trânsito de automóveis entre a Rua Graham Bell e a Rua Irineu Marinho, para a realização de serviços de troca de pavimento no corredor de ônibus.

 RESPONSÁVEL: SÃO PAULO OBRAS  -  SPOBRAS

 EXECUTANTE:  CONSÓRCIO ENPAVI/CETENCO

A ocupação está prevista para ocorrer a partir das 10h00 do dia 12/02/2015 (quinta-feira), devendo permanecer por 50 (cinquenta) dias.

Devido à interdição, os veículos que trafegam pela pista da esquerda da Av. Santo Amaro em direção ao Largo 13 de Maio, serão desviados pela Rua Graham Bell, à esquerda, até a Rua São Benedito e à direita nessa rua até a Rua São José. Deverão entrar à direita na Rua São José até a Rua Dr. Antonio Bento, à esquerda, seguindo a partir daí o trajeto original.

Os veículos que se utilizam da Av. Vereador José Diniz e acessam a Av. Santo Amaro em direção ao Largo 13 de Maio através da Rua Marechal Deodoro, poderão seguir de duas formas:

  • entrar a direita na Av. Adolfo Pinheiro, à direita na Rua Graham Bell e, a partir daí, seguir o trajeto descrito acima, ou
  • continuar pela Rua Marechal Deodoro e entrar à esquerda na Av. Santo Amaro, na pista da direita. Deverão então continuar pela Av. João Dias e seguir a orientação existente para o Largo 13 de Maio, através das ruas Armando Barroso e Manuel Pereira Guimarães.

Entretanto, os veículos que trafegam pela Av. Vereador José Diniz já serão avisados da interdição a partir da Rua São Sebastião, podendo seguir o seguinte trajeto: entrar a direita na Rua São Sebastião, à esquerda na Rua São Benedito, novamente à esquerda  na Rua Bela Vista, seguindo até a Rua Comendador Elias Zarzur. A partir daí seguir nessa rua até a Rua São José, à direita, e, finalmente à esquerda, na Rua Dr. Antonio Bento, conforme folha informativa anexa.

Não haverá alteração no itinerário dos ônibus, que permanecerão na Av. Santo Amaro durante toda a obra.

Para viabilizar o evento, serão necessários os seguintes dispositivos de sinalização viária:

  • 49 placas de sinalização de obra;
  • 07 faixas de vinil;
  • 1005 m de tapumes do tipo veicular e de pedestres.

Solicitamos aos motoristas, atenção à sinalização e eventuais movimentações de máquinas e equipamentos relativos à obra.

Acrescentamos que equipes de engenharia da CET e SPTrans estarão acompanhando o evento e para esclarecimentos complementares, colocamos à disposição o Eng.º João Luiz Vieira Botana, pelos telefones 3059-7365, 96893-5226 ou pelo e-mail deo@cetsp.com.br .

NILSON ROBERTO DE BARROS CARNEIRO
Gerente de Estudos Especiais de Impacto no Sistema Viário

Palestra: Transplantes de Árvores e Palmeiras

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/servicos/escola_de_jardinagem/noticias/?p=189618

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Oficina Vamos Fazer Um Terrário

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/servicos/escola_de_jardinagem/noticias/?p=188880

Crise Hídrica - Convite para Reunião Extraordinária - 12/02/2015.

Prezados

O Ver. Gilberto Natalini, presidente da Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente, convida para reunião extraordinária,excepcionalmente a ser realizada no dia 12/02, quinta-feira, às 9h30, no Auditório Prestes Maia, 1º andar desta Casa (Câmara Municipal de São Paulo - Vd. Jacarei, 100), cuja pauta “Crise hídrica: ações urgentes para o Sistema Cantareira”, contará com a participação de especialistas no tema.

No aguardo de sua presença,
Att.

Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente
Eduardo Vasconcellos – secretário
Tel. (11) 3396-3957
informações: e-mail: meioambiente@camara.sp.gov.br

Oficina: Ferramentas Utilizadas na Jardinagem e Agricultura

https://docs.google.com/forms/d/1q_VgmqHOU6_ufZ-gGTpKOyv2g375X09RcmbXs5sWPS4/viewform

Nova Lei de zoneamento

A Ciranda marcou reunião com o vereador Andrea Matarazzo no dia 2 de fevereiro de 2015 para tratar de assuntos referentes à minuta do novo zoneamento proposto pela Prefeitura. No entanto, neste meio tempo, ela  e suas entidades foram convidadas a participar de uma reunião no MUBE - Museu Brasileiro de Escultura, no dia 3 de fevereiro de 2015, com o próprio vereador Andrea Matarazzo que já havia marcado coincidentemente com as associações de bairros que estão envolvidas e preocupadas com a proposta para o novo zoneamento da cidade. Assim, a Ciranda pediu o cancelamento da reunião do dia  2 e se fez representar na do dia 3.

A mesa do evento foi composta pelos vereadores Andrea Matarazzo - PSDB, que comandou o debate, Aurélio Nomura - PSDB e José Police Neto - PSD que tinham como proposta ouvir  as associações e suas demandas e definir algumas estratégias de ação.

A maior reclamação foi, sem dúvida, a criação de corredores denominados ZCor 1 e ZCor 2 que foram inseridos principalmente nas bordas das ZER (Zona Exclusivamente Residencial) que permitem usos que não são nada compatíveis com os usos residenciais como supermercados, oficinas têxteis e outros tão impactantes quanto.

O professor Cândido Malta, presente no encontro, defendeu uma tese interessante: "O direito de morar tranquilo" em toda a cidade e escreveu um artigo que o vereador Andrea Matarazzo se comprometeu a interceder junto aos orgãos de imprensa para publicá-lo.

Serão marcadas outras reuniões e os vereadores Andrea Matarazzo e Aurelio Nomura se comprometeram no momento oportuno, e se for o caso, a elaborar um substitutivo com outros vereadores para garantir a ambiência e a qualidade de vida existentes nas ZERs.

Regina Monteiro
Arquiteta Urbanista